[ editar artigo]

Relato da Semana

Relato da Semana

 

Relato Alex:

Durante a semana, vivemos um ambiente colaborativo e de co-criação. Partindo de uma ideia inicial, nosso grupo, com o apoio de mentores experientes de diferentes áreas do conhecimento, debatemos propostas, discutimos as dores dos produtores de café brasileiro, estamos chegando a uma proposta de valor clara. Ao final, esperamos consolidar todo aprendizado em um modelo de negócio viável e sustentável,

Tivemos ainda durante a semana a perda de dois integrantes de nossa equipe, que após uma reunião amigável, preferiram buscar novos ares, pois se sentiam um pouco perdidas com o tema do projeto.

Durante as palestras, posso afiançar que foi uma troca intensa de conhecimento.  Aprendemos tão quanto tivesse lido um bom livro, participado de uma live com os convidados da semana, falando das suas experiências e trazendo ferramentas que podem servir pra qualquer projeto futuro, deixamos a semana com novas bagagens de aprendizado e experiências.

Durante a semana novos networkings foram se formando, a troca de experiência, conversas com outros membros de outras equipes, onde todos compartilhavam dos mesmos interesses o de aprender.

Infelizmente, ainda temos algumas dificuldades em conversar com alguns produtores de café, alguns responderam o questionário que criamos e nessa próxima semana, já temos uma reunião com o presidente da Associação dos Cafeicultores, onde queremos validar as principais dores que eles têm em relação à exportação, lucratividade, acesso ao mercado externo e etc.

Devemos ainda agradecer a organização por indicar um Mentor (Flammarion) sensacional, competente, atencioso e experiente, um mentor preocupado e disposto a ajudar toda a equipe com qualquer problema que surgir, hoje mesmo ele mandou pra equipe alguns contatos de alguns players da cadeia cafeeira. 



 

Relato Ton:

Semana da superação. Eu aprendi que, assim como na vida, há percalços e batalhas a serem vencidas..

Aprendi que cada integrante da equipe é um soldado na luta que enfrentamos diariamente.

Cada tarefa dada é uma missão a ser cumprida.

Além disso, aprendi que um comandante deve ser um timoneiro, aquele que ajuda a encontrar caminhos. Quando um navio está prestes a naufragar, o seu comandante deve ser o último a abandoná-lo.

 Esta semana tive que superar os desafios de me recuperar de uma cirurgia. Apesar de que um comandante ferido não pode demonstrar a seu exército suas fraquezas pois isso pode abalar o desempenho nas lutas.

 Entender cada cliente, entender a sua dor é a tarefa a ser enfrentada, mas mais do que isso, é a missão que deve ser conquistada. Determinação, coragem, resiliência, fé, esperança são os escudos que os guerreiros levam consigo e o general os apoia fortemente dando-lhes ainda mais força para que essas ferramentas sejam usadas com vigor e além de tudo que a batalha seja vencida, conquistada e superada.

 Assim como na batalha do filme 300, somos 3 soldados rumo à guerra que desfilam levando consigo além de tudo os ensinamentos de Sun Tzu, que em seu livro “A Arte da Guerra”, diz que a guerra não se perde em uma batalha, mas é construída por várias batalhas.

 Assim como fala a canção: 

“Queira! (Queira!)

Basta ser sincero

E desejar profundo

Você será capaz

De sacudir o mundo

Vai!

Tente outra vez!

Humrum!

Tente! (Tente!)

E não diga

Que a vitória está perdida

Se é de batalhas

Que se vive a vidaHan!

Tente outra vez!”

 E assim estamos aqui para revolucionar e agregar valor aos nossos futuros clientes que irão usar as nossas ferramentas e proporcionará grandes benefícios ao mercado da cafeicultura.


 

Relato Raquel:

Participar do Startup Way Internacional está sendo um aprendizado constante.  Primeiramente tivemos algumas mudanças de pessoas que mudaram de equipe devido a sua atuação profissional ter sinergia com temas de outros times. O processo ocorreu de forma tranquila e amistosa, ficando o aprendizado da gestão de pessoas.

Referente às atividades da semana, continuamos na compreensão do problema onde definimos um roteiro de entrevista para ambas as personas: produtor de café e comprador (importador). Enfrentamos dificuldades para conseguir agendar entrevistas, por isso enviamos questionários via google forms. Porém, não tivemos aprofundamento nas respostas e no entendimento claro dos problemas enfrentados pelos cafeicultores.

Através de indicação dos mentores conseguimos indicação de produtores para possível contato, ficando o aprendizado de buscar ajuda sempre que necessário.

Para a próxima semana temos como meta realizar as entrevistas, especificar em mais detalhes a jornada do cliente e compreender/confirmar as dores que eles enfrentam.

O mercado de café e de exportação é novo para mim, porém com a colaboração de outros membros da equipe que são especialistas neste mercado (Alex e Helivelton), estou conseguindo ter um bom entendimento para colaborar no desenvolvimento das atividades.

Meu especial agradecimento ao nosso mentor Flammarion, que não tem medido esforços em colaborar com o time.

comunidade.hag.studio
Alex Peixoto
Alex Peixoto Seguir

Ler conteúdo completo
Indicados para você